Humanização das marcas

No meu post anterior falei sobre a Humanização da Tecnologia e um pouco sobre a exposição que vai acontecer no meio do ano no MoMa e da visão de sua curadora, Paola Antonelli, em relação ao tema. Eu compartilho que a tecnologia serve para humanizar objetos e, conseqüentemente, nossa relação com eles. Finalizei o post questionando como poderíamos humanizar as marcas?

Eu acredito que toda obra de arte que envolva tecnologia não está apenas preocupado no seu produto final, mas também no processo de produção. A forma com que as pessoas desenvolveram sua arte, seu tempo de produção, número de pessoas envolvidas, mecanismos, linguagens, etc… todas essas são questões que agregam valor ao fim e à obra. Da mesma forma, uma das coisas mais interessantes é sabermos que existem pessoas por trás dessas obras, pessoas como nós que tinham um projeto em mente e o executaram, pessoas como Christien Meindertsma:

Assim que imagino as marcas nas mídias sociais ou qualquer outra forma de comunicação envolvendo tecnologia. Eu quero ver pessoas normais realizando projetos pessoais através das marcas, tentando entender melhor as pessoas e como o seu produto pode melhorar a vida delas.

Vale a pena repetir a frase da Paola no post anterior: “Many people think that technology is a problem in that it dehumanizes people. And, instead, I think it’s a great thing because it humanizes objects”. E acrescentar que não apenas objetos, mas tecnologia também humaniza as marcas.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s