Aprendendo a impor limites

Em quase todas organizações da indústria criativa existe uma linha imaginária que mostra o limite de onde cada profissional deve atuar. Essa linha é riscada com um pedaço de pau em um chão árido, como nos filmes e desenhos de faroeste. É um gesto de imposição e parte do mesmo instinto primitivo de uma mijada no poste por um cão ou um macho-alfa que se expande para demonstrar força.

Pessoalmente, eu gosto de riscar o chão com força (para que a linha dure mais) e desenvolver o movimento completo. Mesmo quando não toco mais ao chão, eu permaneço com meu braço em movimento em uma técnica parecida com a de golfe.

Percebi como facilitou minha vida e meu trabalho quando aprendi a impor limites, eu repetia “daqui pra lá não é responsabilidade do planejamento”. Eu estava fatiando minha vida em pedaços de pizza, exercendo o movimento completo e contínuo de riscar o chão e ajudando as pessoas a fazerem seu trabalho de forma mais focada, a produzirem melhor.

O excesso sempre causa problemas, e o de gostar tanto de riscar o chão e impor limites é que comecei a pegar-me impondo limites não aos outros, mas a mim mesmo. E, o pior, não estava sobrando nenhum pedaço de pizza pra mim.

Acredito que na subjetividade da indústria criativa o grande desafio de cada profissional é conseguir definir qual a sua entrega, o que você deixa documentado e serve de norte ou guia para os outros.

O macho-alfa está sempre com os dias contados e, já que não dependemos da aleatoriedade da natureza, devemos entender como reinventar o nosso papel. Em um chão que tantos pisam, qualquer linha que a gente risque hoje, amanhã pode não existir mais.

foto de John van Doorn

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s