Contemporâneo descobrimento

O infográfico do Facebook feito pela Visual Economics mostra a magnitude da rede social. Mais de 500 milhões de usuários, 200 milhões deles acessam diariamente, 70% utilizam aplicativos, a fan page do Michael Jackson tem 13.3 milhões de fãs, existem mais de 62 milhões de usuários mensais de Farmville, entre outras “oportunidades” de comunicação para o nosso mercado:

A grande dúvida é se devemos comunicar uma marca para o público brasileiro através do Facebook. Analisando os usuários presentes de acordo com o Facebakers, que coleta dados a partir do Facebook Statistics, no Brasil existem menos de 5 milhões de usuários, isso significa uma penetração de 7% dos nossos usuários online e apenas 2,48% de toda nossa população.

Putz, que apunhalada esses números do Brasil, inferiores a Argentina, Colômbia, Venezuela e Chile! Felizmente, existem outras informações que são muito mais representativas no mundo digital, principalmente relacionadas ao público, como ciclo de influência, motivações de relacionamentos, nível de participação, entre outras. Ainda não existem análises consagradas e seguras de sucesso para o universo online, temos ainda poucos cases em um ambiente de constante mudança, mas é nesses momentos que sobressai a intuição e a vontade da descoberta, nesses momentos que temos as grandes “oportunidades”.

Grupo²

A DCS acabou de receber um bronze no Jay Chiat Planning Award na categoria Research com o trabalho The Group That Analyzes a Group is a Group². Eu queria escrever alguma coisa sobre o prêmio mas não teria melhor pessoa para fazê-lo do que um dos planejamentos do projeto, então, fiz umas perguntinhas para o Andre Torales:

AndreTorales

1.       Do que se trata a pesquisa?
A técnica Group² é basicamente um grupo de discussão (mais informal) analisando, em tempo-real, outro grupo de discussão (convencional).
A ideia era reduzir a diferença entre o discurso e a realidade, principalmente com o público jovem.

2.       Qual foi o resultado efetivo da pesquisa?
O método Grupo² permitiu enxergar melhor essas diferenças entre discurso e realidade e aprofundar o conhecimento de forma mais prática, econômica e efetiva. Ou seja, veio informação mais qualificada do que se fizéssemos apenas um grupo de discussão convencional.

3.       Qual foi o ponto determinantepara que vocês ganhassem a premiação?
Cara, acredito que o ponto determinante foi o ineditismo do método.

Além da DCS, a JWT recebeu uma menção honrosa com “Quem foi Melhor: Biro Biro ou Maradona?” e uma prata com “Band-Aid by Alexandre Herchcovitch”, os únicos sul-americanos do evento. Parabéns!