RT @SptSntSptSnt

 

 

A expansão da Spirito Santo é um reflexo do belo trabalho de marca que eles vem apresentando, tanto como comunicação quanto como oportundiade de mercado, sendo essa oportunidade o grande diferencial que, óbvio, vou deixar para o final, caso se interesse apenas por ele, pule para o parágrafo com #.

@ Existem duas coisas muito bacanas que associo à comunicação da SPT SNT. A primeira é a evangelização, os modelos da loja geralmente são pessoas que conhecemos de Porto Alegre, músicos, designers, publicitários que convivem no nosso meio, nos influenciam e advogam pela marca, geram transparência e autenticidade em épocas que entregar um jogo de futebol é algo aceitável. O outro ponto sobre a comunicação é a experiência, desde o ponto-de-venda muito bem ambientado, com música e atendentes elegantemente desleixados, até ações como o execelente pocket show dentro do shopping Moinhos para o lançamento da nova loja. Quem viu provavelmente assistiu, ou seja, experimentou um pouco mais que um lançamento convencional:.

# A oportunidade de mercado está no produto, que não deixa de ser comunicação; na minha opinião, a Spirito Santo está navegando em um oceano azul entre o formalismo de uma alfaiataria mais refinada, como Brooksfield, Richards, Hugo Concept e Riccardi até uma estampa mais descolada, com cores fechadas mas bem diversificadas, algumas peças lembrando a moderna moda surfe, melhor exemplo: Hurley,  paradoxalmente urbana devido aos outros esportes incorporados à marca e porque, afinal, biquira é periférico não compra roupa boa!

Outro ponto muito importante: público. Existia uma necessidade desses musicos, designers, publicitários de se vestirem de forma mais elegante e com preços acessíveis, existia uma necessidade dos elegantes metro, uber e gastrosexuais de darem um toque de despojo no seu visual e, por último e principal, os homos que são disparados os mais elegantes de todos e tem uma visão mais refinada sobre moda.

Acredito que essa marca tem grande potencial para crescer, principalmente com lojas conceituais pelos grandes centros de moda e consumo, e a internet é perfeita para que esse trabalho de marca – evangelização e experiência – seja bem feito também em outras praças. Caso você não saiba o porquê de evangelização e experiência, leia o parágrafo @.

O fardo e o fado da Oi

A Oi vem fazendo um fantástico trabalho de comunicação desde a criação da sua linda marca, e nisso incluo atributos, naming, linguagem, dentre outras formas de manifestação. Se tu entrares no site da atual agência, NBS, existem diversas peças, uma melhor do que a melhor.  Mas agora os caras extrapolaram! A Rádio Oi é uma das coisas mais Oi dos últimos meses, eu estou totalmente rendido e entregue à minha marca favorita de telefonia. Quando eu escuto a rádio, fico parecendo o cara aí de baixo:

OiFM

Mas calma coração! Vamos racionalizar! Meu celular não é Oi e acho que eu nem escolheria Oi, se pudesse! Oi? É, dizem que o sinal deles não é muito bom, inclusive, a sintonia da própria rádio é um pouco suja.  Além disso, o amiguxo-do-tio-da-minha-amiga disse que uma vez ele foi super mal atendido. Ou seja, em muitas circinstâncias, de socialnetworking em socialnetworking, produto comunica mais que propaganda.

Simples, ou não, assim.

Bauducco gotas de chocolate #fail

Desde que eu me lembro como um degustador de cafés da manhã a minha família tem costume de comprar aqueles bolos prontos que vem em embalagem industriais e que, geralmente, estão na seção de bolachas e salgadinhos enquanto deveriam estar na de pães. Ultimamente não tenho comido pois são muito secos, logo, ou eu tenho que colocá-lo na boca e dar um gole de café junto, formando um consistência tipo ambrosia da Vó Maria, ou colocar um monte de geléia em cima, sujando demasiadamente boca, dedos e mesa para um café de 10 min em uma dia de semana.

ambrosia

E é por isso que vim expressar minha indignação contra os bolos secos em especial da Bauducco. Tirei fotos estilo oquepago/oquerecebo:

DSC06815

DSC06817

DSC06818

Não, Bauducco! O bolo de vocês não tinha gostas de chocolate e o pote de geléia (também da Vó Maria) está ao lado da foto para comprovar isso. Tentei encontrar o SAC pelo site, mas ele estava fora do ar e a empresa ficava tentando, insistentemente, contar a história da sua marca enquanto eu só queria tomar meu café da manhã. A propósito, sou um degustador de cafés da manhã mesmo que por 10 min em uma dia de semana.