Chamem de análise, reflexão, desabafo… mas não chamem de retrospectiva!

Este blog mudou muito no decorrer do ano. Genericamente, ele partiu de uma análise técnica e objetiva da comunicação, para um âmbito mais amplo, que desde o início era o propósito do blog: exercitar o pensamento estratégico através de representações de marca.

Retrospectiva é muito brega, então resolvi chamar de cronologia de conteúdo, representado pelos 5 posts mais lidos e comentados de 2009.

RT @spiritosanto

O Fado da Oi

Diploma de jornalismo

Vende-se twitter no mercado livre

Coca-Cola Parc

Sempre tentei levar o blog de maneira imparcial mas, deixando a hipocrisia em 2009, isso é impossível. Quando o autor muda, o blog tem que mudar e acompanhar o ritmo de quem o escreve e, manos, eu mudei e me mudei!

Estou indo para São Paulo tentar a vida na profissão de Planejador O-que-quer-que-seja. Eu ainda não sei qual será o enfoque do blog, não sei o quanto eu vou mudar quando realmente me estabelecer por lá, mas definitivamente eu não vou deixar de escrever nesse átomo de nuvem da web. Repito! Isso não é uma retrospectiva (coisa brega!). Mas vou atribuir sentidos ao meu sentimento por esse CaféFerrolho falando os motivos do por quê não parar ou por quê começar um blog:

Disciplina: O blog nos chicoteia, faz a gente acordar mais cedo e dormir mais tarde, delícia!

Reflexão: Nada de reflexos, em tempos de excesso de informação, o blog nos ajuda a parar, respirar e pensar profundamente sobre um único assunto.

Pesquisa: Que bom que informação não cai de mão beijada, acabei descobrindo muitas coisas novas quando fui atrás de informações para enriquecer os posts.

Enfoque: Ajuda a desapegar de certos assuntos (o que ainda é frustrante). Mas, em compensação, nos posicionamos como profissional, o que é um orgulho!

Um excelente 2010!

Advertisements

Se o Santander não faz, fazemos por ele!

Eu estava dando uma olhada no Coletiva.net quando me deparo com a notícia: Santander Cultural lança hotsite especial para concurso de longas. Achei muito bacana! Uma nova ferramenta, um novo ponto de contato, uma outra forma de divulgar  e democratizar a cultura no nosso estado. Show!

Na mesma notícia dizia que o hotsite tinha que ser acessado pelo site. Achei estranho pois perde a principal catacterísitca da ferramenta, ser independente. Tentei por uns dez minutos encontrar o maldito, uma eternidade quando se trata de comunicação online, mas nada! Então, comecei a navegar pelo site do Santander Cultural e fiquei extremamente decepcionado. As imagens não carregam, a página está formatada para uma tela com definição de celular 800 x 600, links não funcionam ou informam que não tenho permissão de acesso e por aí vai.

santander2

Mas o Santander Cultural é o máximo, programação bacana, música boa, recentemente apresentou a Transfer e a cultura urbana para os cidadãos de Porto Alegre, inclusive com pista de skate dentro do museu. Maravilha! Eles tem um conteúdo com potencial absurdo e que gera notícia. Conclui que a comunicação do Santander se baseia mesmo é na contracapa de ZH.

santander1

Então, quem deveria ou poderia fazer essa comunicação? Acredito que a culpa seja nossa também, somos mimados pelos nossos feeds e queremos tudo de mão beijada. Porto Alegre tem cultura e estrutura, a praça da alfândega respira arte, tem o MARGS o CEEE na Andradas, recentemente abriu o Complexo Master na cidade baixa, alguém já foi? Bom, eu faço mea culpa dessa falta de comunicação mas nunca é tarde para começar, o site tem alguns links que funcionam, então vai lá e dá uma olhada na programação de setembro para Cinema e Música e agenda no teu Outlook, Phoenix, deperta no celular, coloca um bilhetinho na parede, sei lá.

Depois, sim, se achares tudo ruim, tu podes mentir que se sentiu no Louvre fazendo a tosca da visita 3D e dizer que isso é comunicação de verdade!

Diploma de jornalismo?

A notícia é a seguinte: Ação em defesa do diploma rende convite à Famecos. A diretora e professora Magda vai para Brasília participar do debate “O Poder das Profissões e a Responsabilidade dos Profissionais” no evento Pautar Brasil 2009. Ela foi convidada a partir da posição da faculdade em repudiar a extinção da obrigatoriedade do diploma de jornalismo votado em junho.

Eu acredito muito no trabalho de jornalista, admiro muito os corajosos que cobrem matérias em lugares em guerra e, inclusive, morrem pela profissão. Mas, sinceramente, uma hora ou outra, o diploma de jornalismo vai ser extinto.

diploma-blog

Eu acredito que seja inevitável sua morte porque a matéria-prima dessa profissão é a comunicação e hoje nós passamos pela maior revolução dessa disciplina. E isso quer dizer que não saberemos para onde ela se encaminhará e como nossos filhos e netos estarão fazendo comunicação, ou jornalismo. A obrigação de um diploma para divulgar informações para a sociedade é a piada a ser contada daqui a 10 anos – ou menos.

Legislação sobre Placas e Letreiros de Porto Alegre.

A prefeitura de Porto Alegre tem um projeto relacionado à comunicação externa no qual eu nem conhecia. E, como todos projetos do governo (fora os da Políticia Federal), eles utilizam a primeira ideia de um nome associado à cidade, tornando-o muito babaca. O Porto Visual Alegre começou no ano passado e tem objetivo de tornar a cidade mais agradável visualmente, como mostra a evolução das fotos abaixo.

PortoVisualAlegre2PortoVisualAlegre

Acho muito boa a iniciativa mesmo que, para mim, não mude tanto o visual. A poluição de fios, carros e arquiteturas são muito mais prejuciais do que placas e letreiros.

Mas o que mais me impressionou na matéria da ZH foi a Legislação Municipal de POA sobre Placas e Letreiros, no qual tenho certeza que a maioria dos publicitários desconheciam. Isso porque é totalmente incoerente com o que vemos nas ruas. Levantei as principais:

Fixar propaganda em postes de luz e árvores (com exceção de faixa e banners em postes). A exceção muda toda regra e o “conserta-se gaita” permanece!

Obstruir janelas ou ocultar detalhes arquitetônicos. Na boa, o que é detalhe arquitetônico? Os prédios “concretistas” do centro são arquitetônicos?

Exibir imagens de mulheres em propagandas de boates e casas noturnas. Ou seja, a profissão é legal, mas tu não podes mostrar o produto. Resultado, todos mostram!

Obstruir a atenção ou visão dos motoristas. Obstruir a visão tudo bem! Mas a atenção? Alguém faz outdoor nas estradas e ruas para não chamar a atenção de motorista?

 

Pérolas da comunicação.

Sempre recebemos diversas pérolas da comunicação, geralmente elas são de algum lugar distante, rumo ao desconhecido norte, conhecemos os EUA, Europa e não conhecemos o norte, mas isso é assunto para outro post.

Nesse, eu quero mostrar que, sim, temos as nossas pérolas por aqui também. Meu amigo, César, foi andar de barco no fim-de-semana em direção ao sul de Porto Alegre, lá para Ponta Grossa e Belém Novo. Eles pararam para fazer um lanche e tiraram algumas fotos, talvez as únicas do passeio:

DSC00034

DSC00036

DSC00037

A minha preferida, com certeza, é essa de cima. Ainda mais com o Aragorn segurando um pastel de queijo, símbolo de determinação e coragem, nosso herói também necessita de momentos agradáveis com comida boa. Além disso, a pastelaria fica na lembrança de todas as pessoas que passam, ela se apropria de uma imagem já consolidada, o que ajuda a definir aonde será o almoço de domingo.

Realmente, a comunicação nos ajuda na escolha de muitas coisas, outro exemplo, a Sauna Guaíba. Eles oferecem o campo e tu ainda ganhas um golaço. Qual HD ou Planet Ball que poderia oferecer isso?

sauna