Chamem de análise, reflexão, desabafo… mas não chamem de retrospectiva!

Este blog mudou muito no decorrer do ano. Genericamente, ele partiu de uma análise técnica e objetiva da comunicação, para um âmbito mais amplo, que desde o início era o propósito do blog: exercitar o pensamento estratégico através de representações de marca.

Retrospectiva é muito brega, então resolvi chamar de cronologia de conteúdo, representado pelos 5 posts mais lidos e comentados de 2009.

RT @spiritosanto

O Fado da Oi

Diploma de jornalismo

Vende-se twitter no mercado livre

Coca-Cola Parc

Sempre tentei levar o blog de maneira imparcial mas, deixando a hipocrisia em 2009, isso é impossível. Quando o autor muda, o blog tem que mudar e acompanhar o ritmo de quem o escreve e, manos, eu mudei e me mudei!

Estou indo para São Paulo tentar a vida na profissão de Planejador O-que-quer-que-seja. Eu ainda não sei qual será o enfoque do blog, não sei o quanto eu vou mudar quando realmente me estabelecer por lá, mas definitivamente eu não vou deixar de escrever nesse átomo de nuvem da web. Repito! Isso não é uma retrospectiva (coisa brega!). Mas vou atribuir sentidos ao meu sentimento por esse CaféFerrolho falando os motivos do por quê não parar ou por quê começar um blog:

Disciplina: O blog nos chicoteia, faz a gente acordar mais cedo e dormir mais tarde, delícia!

Reflexão: Nada de reflexos, em tempos de excesso de informação, o blog nos ajuda a parar, respirar e pensar profundamente sobre um único assunto.

Pesquisa: Que bom que informação não cai de mão beijada, acabei descobrindo muitas coisas novas quando fui atrás de informações para enriquecer os posts.

Enfoque: Ajuda a desapegar de certos assuntos (o que ainda é frustrante). Mas, em compensação, nos posicionamos como profissional, o que é um orgulho!

Um excelente 2010!

Grupo²

A DCS acabou de receber um bronze no Jay Chiat Planning Award na categoria Research com o trabalho The Group That Analyzes a Group is a Group². Eu queria escrever alguma coisa sobre o prêmio mas não teria melhor pessoa para fazê-lo do que um dos planejamentos do projeto, então, fiz umas perguntinhas para o Andre Torales:

AndreTorales

1.       Do que se trata a pesquisa?
A técnica Group² é basicamente um grupo de discussão (mais informal) analisando, em tempo-real, outro grupo de discussão (convencional).
A ideia era reduzir a diferença entre o discurso e a realidade, principalmente com o público jovem.

2.       Qual foi o resultado efetivo da pesquisa?
O método Grupo² permitiu enxergar melhor essas diferenças entre discurso e realidade e aprofundar o conhecimento de forma mais prática, econômica e efetiva. Ou seja, veio informação mais qualificada do que se fizéssemos apenas um grupo de discussão convencional.

3.       Qual foi o ponto determinantepara que vocês ganhassem a premiação?
Cara, acredito que o ponto determinante foi o ineditismo do método.

Além da DCS, a JWT recebeu uma menção honrosa com “Quem foi Melhor: Biro Biro ou Maradona?” e uma prata com “Band-Aid by Alexandre Herchcovitch”, os únicos sul-americanos do evento. Parabéns!